domingo, 2 de abril de 2017

NOSTALGIA EM FLOR (Traducida al Portugués)



Aletean as borboletas em minha declara
qual se fosse polen de primavera,
afora não para de brilhar o céu
e meu olhar ausente se perde sobre o lado.


Castálidas minhas flanges ficaram-se quietas,
esse sentir constante de minha alma errante
electrifica o alma, e o aura bebe acalma-a
de minha boca que teu nome proclama.


Que belo é sentir te amar bem como
te estou a amar,
não faço mais que cavilar em ti,
ainda que me abruma a nostalgia
devido à distância.


Que belo é sentir te amar bem como
te estou a amar,
não faço mais que cavilar em ti,
ainda que me abruma a nostalgia
devido à distância.

Autora: Ma Glória Carreón Sapata
Direitos registados
Imagem do famoso ilustrador Alan Ayers..

No hay comentarios:

Publicar un comentario

ENTRE NUBES BLANCAS.

Navego atónita entre nubes blancas cubierta de ósculos dulces ternezas su boca recita palabras francas amo sus insuperables...